Skip to content

78 bilhões de anos-luz

11/01/2010

Essa foi a maior distância que o ser humano já conseguiu registrar do universo. Acabei de assistir este vídeo e gostei da ideia que passa. http://www.youtube.com/watch?v=x4s62voTc9k

Será que existe vida nesse nada que vemos sem notar?

Será que importa?

Que grande valor damos à vida… Eu acredito que no meio de todo esse universo algo muito maior e muito mais incrível está escondido. E nós não vemos porque estamos procurando algo parecido com o que conhecemos. Porque afinal, o que não conhecemos, nossa mente não cria facilmente em conjunto. Se algum dia soubermos olhar para o abstrato… Será que veríamos alguma coisa? Ou uma coisa impede a outra?

A vastidão me traz um ar solitário bom e ruim. Bom; porque sinto o quanto cada coisinha pela qual sou julgada não passam de meras coisinhas. Ruim; porque querendo ou não, pequenas coisinhas sempre parecerão grandes, enquanto uma quantidade inimaginável de anos-luz me separa de uma outra coisinha, talvez, média.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: